• Clique Aqui
  • Clique Aqui

Archive for Fevereiro 2012

,

Ladrão de motos e traficante de drogas presos em flagrante em Castanhal

Geovane Costa e veículo roubado
Moisés da Silva
Edivan Silva
Policiais civis do Núcleo de Apoio à Investigação (NAI) realizaram mais três prisões em flagrante na cidade de Castanhal, nordeste do Pará. As informações foram divulgadas nesta quarta-feira, dia 29. Os presos são acusados dos crimes de receptação de veículo roubado e tráfico de drogas. Em um dos casos, a equipe policial capturou, após receber denúncias anônimas, Geovane Palheta Costa acusado de crime de receptação de uma motocicleta roubada. Com ele, foi encontrada uma moto tipo Pop, que havia sido roubada no último dia 22, no bairro Fonte Boa, em Castanhal. Ao ser preso, o suspeito não esboçou reação. Em depoimento, ele confessou ter comprado o veículo pelo valor de R$ 1.000. Geovane foi reconhecido por outras vítimas por envolvimento em roubos de outras motocicletas. Ele foi enquadrado por crime previsto no artigo 180 do Código Penal.


ENTORPECENTES Em outra investigação, a equipe do NAI flagrou Edivan Batista Silva e Moisés Portela da Silva pelo crime de tráfico de drogas. Com os acusados foram encontradas 46 “trouxas” de pasta de cocaína e dois sacos grandes com a droga. Também foram apreendidos sacos plásticos, tesoura e linha que seriam usados no preparo das “trouxas” de pasta de cocaína para venda.
O flagrante resultou de denúncias feitas ao serviço Disque-Denúncia. Foi dessa forma que os agentes localizaram a casa onde os acusados vendiam a droga. Toda operação foi coordenada pelos delegados Augusto Damasceno e Fernando Rocha do NAI de Castanhal com o auxílio dos policiais da Superintendência Regional da Zona do Salgado sob o comando do delegado Luiz Xavier.

(Policia Civil)

,

PDT do Pará reúne militantes durante Seminário de Planejamento Estratégico


Deputado Estadual PIO X






















Cerca de 600 militantes lotaram as dependências do auditório da Assembleia Legislativa de Belém/PA para participar do Seminário Estadual de Planejamento Estratégico e Gestão Partidária, coordenado pela executiva estadual. Presentes ao encontro militantes das mais diversas regiões do estado e companheiros de Paragominas, São Miguel, Portel, Marajó e outras localidades – algumas distantes de cerca de 1.200 quilômetros da capital.

O deputado federal Giovanni Queiroz, presidiu os trabalhos enaltecendo o empenho dos correligionários em participar do evento e à mesa chamou entre outras autoridades, o deputado estadual pelo PDT Pio X, o superintendente do Ministério do Trabalho no estado, Odair Corrêa e o secretário executivo do PDT no estado, Raimundo Corrêa.

Ao avaliar o encontro, Giovanni Queiroz enalteceu a presença da ULB na formação e capacitação de lideranças, visando as eleições municipais deste ano. Segundo ele, o PDT cresce e se fortalece em por que “não existe partido político mais comprometido com o país que o nosso”, enfatizou. Giovanni Queiroz disse ainda que “o fortalecimento partidário passa pela formação de nossos militantes. Precisamos conhecer melhor o partido ao qual estamos, nossos líderes atuais e os do passado, nossas lutas e conquistas, nossos compromissos e princípios programáticos, enfim o legado que nos foi deixado pelo nosso grande líder “Leonel Brizola”. No Pará o PDT terá candidatos à majoritária na maioria das cidades e em todas elas haverão candidatos a vereador.

,

Milionário de Cuiabá que fez aposta de R$ 14 saca R$ 22 milhões da Mega

Cuiabano ganhou sozinho prêmio sorteado no último sábado (25).
Os números sorteados foram 12, 27, 37, 44, 54 e 59.


O morador de Cuiabá que ganhou sozinho R$ 22,9 milhões da Mega-Sena em sorteio realizado no último sábado (25) pela loteria federal já retirou o prêmio, de acordo com informações da assessoria de imprensa da Caixa Econômica Federal.
O apostador fez o jogo na lotérica Ponta da Sorte, que fica ao lado de um supermercado no bairro Porto, na capital. Ele gastou R$ 14 em uma aposta de sete números. O novo milionário retirou o prêmio na segunda-feira.
Com o dinheiro, o ganhador poderá comprar mais de 800 carros populares, lucrar R$ 148 mil por mês sem precisar fazer nada, apenas com os juros, ou ainda adquirir 88 imóveis no valor de R$ 250 mil.
O apostador acertou as seguintes dezenas: 12, 27, 37, 44, 54 e 59 no concurso número 1366 realizado em Capão da Canoa, interior do Rio Grande do Sul.

,

"Pânico" faturava o dobro do "CQC", diz levantamento

O "Pânico" arrecadava comercialmente na RedeTV! o dobro do que o "CQC" consegue na Band.

Segundo levantamento da Controle da Concorrência, que monitora inserções comerciais para o mercado, o "Pânico na TV!" chegava a arrebatar cerca de R$ 4 milhões por edição (valor de tabela, sem descontos).
Pelo mesmo estudo e nas mesmas condições, a atração de Marcelo Tas fatura cerca de R$ 2 milhões por semana.
A pesquisa foi realizada durante cinco semanas em 2011, lembrando que o "Pânico" era exibido em dia e horário mais valiosos na TV.
A informação é da coluna Outro Canal, assinada por Keila Jimenez e publicada na Folha desta quarta-feira (29).



Fonte: Folha.com

,

Japão conclui construção de torre mais alta do mundo

Com 634 metros, a Tokyo Sky Tree atingiu altura total em março de 2011.
Em novembro, torre de TV entrou para o Guinness, o livro dos recordes.


A Tokyo Sky Tree, reconhecida como a torre mais alta do mundo em 2011 pelo Guinness, o livro dos recordes, foi concluída nesta quarta-feira (29) na capital japonesa.
Com 634 metros de altura, a torre atingiu sua altura total em março do ano passado e ultrapassou a Canton Tower, na China, que antes detinha o recorde.
Já a estrutura mais alta do mundo, segundo o Guinness, é o arranha-céu Burj Khalifa com seus 828 metros de altura, em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos.







Fonte: G1

,

Pará gera mais empregos no setor extrativo mineral

Na região Norte, o Pará continua sendo o maior destaque na geração de empregos com carteira assinada. Um estudo, divulgado pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese/PA), mostra  o quantitativo de empregos no setor extrativo mineral no Pará e demais Estados da região Norte.
No mês de janeiro, o Estado apresentou saldo positivo de empregos formais no comparativo entre admitidos e desligados, com crescimento de 1,22%. Foram feitas 351 admissões e 148 desligamentos, gerando um saldo positivo de 203 postos de trabalhos.
No mesmo período do ano passado, o setor também apresentou saldo positivo de empregos formais, só que em quantitativo menor. Foram feitas 307 admissões, contra 133 desligamentos, gerando 174 postos de trabalhos.
A maioria dos Estados da região Norte apresentou saldos positivos. No período analisado, o Estado com a maior geração de empregos foi o Pará, com 203 postos; seguido do Amapá, com 70. Na outra ponta o destaque negativo foi o Tocantins, com a perda de 38 postos; seguido do Amazonas, com 10.
No mês de janeiro foram feitas no setor, em toda a região Norte, 613 admissões e 383 desligamentos, gerando um saldo positivo de 230 postos, com crescimento de 1% na geração de empregos formais.
Nos últimos 12 meses, o Pará teve um crescimento de 17,37%, nesse período foram feitas 4.529 admissões e 2.032 desligamentos, gerando um saldo positivo de 2.497 postos.
Nos últimos 12 meses, os Estados do Norte apresentaram resultados positivos de empregos formais no comparativo entre admitidos e desligados, a exceção foi o Tocantins, que apresentou perda de nove postos. Neste período, o maior destaque foi o Pará, com a geração de 2.497 postos; seguido do Amapá, com 635; e de Rondônia, com 300.
Nos últimos 12 meses, em todo o Norte, foram feitas 7.919 admissões e 4.164 desligamentos, gerando um saldo positivo de 3.755 postos, com crescimento de 19,29%.
Segundo as análises, do saldo total de postos de trabalhos gerados em toda a região Norte nos últimos 12 meses, cerca de 66% foram no Pará. (DOL, com informações do Dieese/PA)

,

Tonga, Ex-prefeito de Bonito é preso (Trabalhava como Médico em São Miguel do Guama)

Wellington Leite,  conhecido como Tonga.
Tonga foi sentenciado pelo juiz da Comarca pela prática de crime de peculato (uso indevido do dinheiro público). O juiz da Comarca de Bonito, Carlos Gustavo Chada Chaves, expediu o mandado de prisão contra o ex-prefeito do município, Wellington Leite dos Santos, também conhecido como Tonga. O ex-prefeito foi condenado a nove anos de prisão pela prática de crime de peculato. As investigações comprovaram que ele se apropriou de dinheiro público em proveito próprio, entre os anos de 1997 e 2001 além de não ter prestado contas ao órgão administrativo competente, como determina o art. 1º incisos I e VI do Decreto Lei nº 201 /67.

Um dos fatores foi a não aprovação pelo Tribunal de Contas do Estado do Pará (TCE/PA) dos gastos da Secretaria de Planejamento (SEPLAN) de Bonito, que não aplicou R$ 20 mil, dos R$ 40 mil previstos no convênio nº 135 /97, que ampliaria a rede de distribuição de água, na lo- calidade de Santo Antônio de Cumaru.

Os auditores descobriram que o projeto apresentado a eles não era o que estava sendo fiscalizado, mas outro projeto que estava sendo financiado pela Superintendência de Desenvolvimento da Amazônia (SUDAM). Na sentença o juiz explica que em decorrência disso, o réu apresentava os mesmos documentos de prestação de contas a ambas conveniadas (SUDAM e SEPLAN), permitindo dispor das verbas públicas, lesando o erário, o que foi detectado pelos auditores do TCE.

Tendo em vista às provas apuradas durante as investigações, o juiz julgou procedente a denúncia e condenou o ex-prefeito a nove anos de prisão por crime de peculato. O réu, no entanto interpôs recurso de apelação, porém tal procedimento foi considerado intempestivo, transitando a decisão em julgado. Como a finalização do processo, o juiz determinou a prisão do acusado.

Sendo assim à Delegacia de Policia local foi notificada, dando ciência desta ordem de prisão, ao Delegado da Região Nordeste, com sede em Capanema para que retransmita às demais autori- dades policiais de sua circunscrição. Cópia desta decisão, assim como da sentença transitada em julgada, juntamente com o mandado de prisão foi encaminhada a Corregedoria de Justiça do Interior, foram encaminhadas as outras autoridades com o fim de dar conhecimento as demais Comarcas desta região, possibilitando a detenção do Réu.

Além disso, o site do Tribunal de Justiça do Estado do Pará dispõe de informações referentes ao Processo n. 080.2005.2.0000013-0, contra o ex-prefeito Tonga. Segundo a Polícia Civil de Capanema, Tonga foi encaminhado para o Complexo Penitenciário de Americano, no pavilhão Anastácio das Neves, local destinado exclusivamente para servidores e ex-servidores públicos acusados de crimes diversos. Segundo consta no processo que pesa contra o ex-prefeito Wellington Leite dos Santos, Ação de Improbidade Administrativa em que figura como autor o Ministério Público Estadual dando conta que o réu, durante seu mandato, teria cometido diversas irregularidades aptas ensejarem a propositura da presente ação. Documentos de sua prestação de contas fora dos prazos regimentais, com exceção da LDO, o não envio do Orçamento do Município, tornando a despesa irregular, Balanço Financeiro incorreto, ocasionando o lançamento à conta no valor de R$ 721.604,37, despesas realizadas durante o exercício, no montante de R$ 1.622.091, 41 – sem amparo legal, visto não ter sido enviado o Orçamento Anual da Prefeitura, a não aplicação da receita mínima em educação (art. 212, CF/1988), irregularidades na aplicação e desvios de verbas do FUNDEF, apropriação de recursos do Instituto de Previdência dos Servidores Públicos de Bonito, no valor de R$ 10.930,16, e a ausência de processo licitatório no montante de R$ 110.916,52. No total, somam quase R$ 2.500.000,00 em desvios do dinheiro público. A gestão de Wellington Leite dos Santos teve inicio do ano de 1997 e terminou no ano 2000, em meio a vários escândalos e fiascos de sua gestão.

Texto: Professor Rodhney Silva, Fonte: blog Andrey Monteiro.

,

Mulher que sequestrou recém-nascido é presa

As polícias Civil e Militar conseguiram desvendar o sequestro de um bebê recém-nascido ocorrido nesta terça-feira (29), em Castanhal, nordeste do Pará. A autora do crime, Vânia Cláudia Gomes Teixeira, 41 anos, foi presa, e o bebê, localizado na zona rural de Igarapé-Açu. A criança foi resgatada e devolvida à mãe, Beatriz Pereira Fonseca, 17 anos. A criança foi sequestrada do interior do hospital municipal São José, em Castanhal.

A acusada foi autuada pelo crime de sequestro de vulnerável. O crime foi comunicado à Polícia Civil ainda pela manhã, pela administração do hospital. Segundo o delegado Luiz Xavier, titular da Superintendência da Polícia Civil na região do Salgado – responsável por cerca de 20 municípios no nordeste do Pará –, a acusada entrou no hospital na manhã de segunda-feira, passando-se por acompanhante de paciente.

A mulher conseguiu passar o dia todo no hospital e ainda pernoitou no local. Na manhã seguinte, ela aproveitou o momento em que a mãe saiu da enfermaria, deixando a criança sozinha no quarto, e saiu com o bebê escondido do hospital. Após o desaparecimento ser comunicado à direção da unidade de saúde, as polícias Civil e Militar foram comunidades e passaram a investigar o caso.

Uma guarnição da Polícia Militar chegou a seguir informações de que a suspeita teria apanhado um transporte alternativo e seguido em direção à zona rural de Castanhal. Os policiais militares conseguiram localizar o veículo, em uma comunidade no interior do município, mas a mulher não foi encontrada. Já no início da tarde, uma informação recebida pelos policiais deu conta de que uma mulher havia aparecido na comunidade de São Luiz, a 20 quilômetros da sede de Igarapé-Açu, com um bebê recém-nascido.

Os policiais seguiram então para a região, para localizar o endereço da suspeita. Ali, abordaram a casa da mulher, onde encontraram um bebê recém-nascido com características físicas semelhantes à criança sequestrada do hospital em Castanhal. Questionada, a mulher negou inicialmente o sequestro, mas, pressionada, ela acabou confessando o crime.

Em seguida, a mulher e o bebê foram levados ao hospital São José, onde a criança foi reconhecida e entregue à mãe biológica. Vânia Cláudia foi levada para a superintendência da Polícia Civil do Salgado para responder pelo crime. Em depoimento, ela confessou o sequestro alegando que resolveu roubar a criança porque perdeu recentemente um bebê no parto. Após ser autuada pelo crime, a mulher foi transferida para o Centro de Reeducação Feminino em Ananindeua, na região metropolitana de Belém. (Agência Pará)

,

Veja a evolução do real nesses 18 anos de moeda

Nesta terça-feira (28), faz 18 anos que o Plano Real foi implementado. A moeda só entraria em circulação em 1º de julho do mesmo ano, em 1994. A cédula de R$ 1, marco do Plano Real, vem sendo substituída pelas moedas devido ao custo-benefício e à durabilidade. Desde 2008, é muito difícil encontrar a famosa nota em circulação.

Frente: Representação simbólica da República por meio de uma escultura
Verso: Gravura de um Beija-Flor, pássaro típico do continente americano e com mais de cem espécies no Brasil


A cédula de R$ 5 começou a ser produzida em 1994, mas em 1997 sofreu alterações como a mudança do papel, além da retirada do fio de segurança e da marca d’água, que deram lugar à bandeira nacional.

A partir de 2013, mais mudanças chegarão ao dia a dia dos brasileiros com novas cédulas de R$ 5 em circulação

Frente: Representação simbólica da República por meio de uma escultura
Verso: Figura de uma garça, ave representativa da fauna brasileira


Esta cédula foi a mais emitida de toda a história do Brasil, sendo que foram lançadas até o momento cerca de 7 bilhões de notas neste valor. Ainda neste ano, novas cédulas de R$ 10 estarão em circulação

Frente: Representação simbólica da República por meio de uma escultura
Verso: Gravura de uma arara, ave de grande porte, típica da fauna do Brasil e de outros países latino-americanos


Após um longo período sem mudanças, em 2010 a Casa da Moeda começou a alterar as cédulas de R$ 50, sendo implantada uma série de modificações, com o objetivo de facilitar a identificação para deficientes visuais e com novos recursos técnicos para evitar falsificações

Frente: Representação simbólica da República por meio de uma escultura
Verso: Figura de uma onça-pintada, animal ameaçado de extinção, mas ainda encontrado principalmente na Amazônia e no Pantanal matogrossense



Desde o início da sua circulação, em 1994, a cédula de R$ 100 é a nota com o valor mais alto do Plano Real.
Assim como foi feito com a nota de R$ 50, com o mesmo objetivo de facilitar a identificação da cédula pelos deficientes visuais e e evitar falsificações, a Casa da Moeda passou a produzir uma série de mudanças para o papel de maior valor da moeda brasileira.

Frente: Representação simbólica da República por meio de uma escultura
Verso: Gravura de uma garoupa, um dos peixes marinhos mais conhecidos do litoral brasileiro



Em homenagem aos 500 anos do Descobrimento do Brasil, a Casa da Moeda emitiu uma cédula comemorativa com o rosto de Pedro Álvares Cabral.
A nota foi produzida em plástico (polímero) apenas para o ano de 2000, por isso é raro encontrá-la em circulação atualmente


A cédula de R$ 2 começou a ser produzida em 2001 para facilitar o troco entre as notas com valores intermediários. No ano que vem, novas cédulas neste valor vão entrar na carteira do brasileiro.

Frente: Representação simbólica da República, interpretada sob a forma de escultura
Verso: Figura de uma tartaruga de pente, uma das cinco espécies de tartarugas marinhas encontradas na costa brasileira


A cédula de R$ 20 foi lançada em 2002 e, como a nota de R$ 2, foi criada para ajudar o comércio com a falta de troco. Esta é a única moeda em papel da família do real com a faixa holográfica até agora e, a partir deste ano, ela terá mais mudanças.

Frente: Representação simbólica da República interpretada sob a forma de escultura
Verso: Figura  de um mico-leão-dourado, animal da fauna brasileira em extinção


Desde 2010, as novas cédulas de R$ 50 e R$ 100, pertencentes à segunda família do Plano Real, estão em circulação em todo o território brasileiro. A diferença em relação às anteriores está no tamanho - agora, quanto maior o valor da nota, maior será a cédula
O dinheiro tem também novidades em sua marca d’água, além de conter fio de segurança, quebra-cabeça, partes em alto-relevo, faixa holográfica, número oculto e elementos fluorescentes. A partir deste ano, novas notas entrarão em circulação


A nota de R$ 10 também vai ficar diferente. Agora, o tamanho da cédula será de acordo com o seu valor. Nesta terça-feira (28), faz 18 anos que o Plano Real foi implementado. A moeda só entraria em circulação em 1º de julho do mesmo ano, em 1994


A nota de R$ 100 é uma das cédulas que terão novidades neste ano, com fio de segurança, alto-relevo e alterações na marca-d'água


Ainda este ano, a nova cédula de R$ 20 estará em circulação no comércio e nos bancos  de todo o país. A diferença começa  por seu tamanho, ou seja, quanto mais valor ela tiver maior a cédula será.
O dinheiro contará com novidades em sua marca d’água e irá conter fio de segurança, quebra-cabeça, partes em alto-relevo, faixa holográfica, número oculto e elementos fluorescentes


As últimas cédulas da segunda família do Plano Real a serem lançadas serão as de R$ 2 e R$ 5 e entrarão  em circulação em todo o território nacional a partir de 2013.
O dinheiro vai contar com novidades em sua marca-d’água e vai ganhar fio de segurança, quebra-cabeça, partes em alto-relevo, faixa holográfica, número oculto e elementos fluorescentes


Em 2013, a nova cédula de R$ 5, pertencente à segunda família do Plano Real, entrará em circulação em todo o território nacional. Uma das diferenças é o seu tamanho - agora, quanto maior o valor, maior a nota.

Nesta terça-feira (28), faz 18 anos que o Plano Real foi implementado. A moeda só entraria em circulação em 1º de julho do mesmo ano, em 1994


As primeiras moedas da família do Plano Real (1994-1997) foram feitas de aço inoxidável com a representação da República e imagens de ramos de louros estilizados.

Já, na segunda leva, lançada em 1998, a Casa da Moda fez diversas homenagens aos 500 anos do Descobrimento do Brasil. O material utilizado mudou para aço revestido de bronze com o rosto de D. Pedro 1º na frente.
No verso, ficou registrado o valor do dinheiro, a data de produção e a imagem da bandeira nacional, como a moeda de R$ 0,01 acima


Em aço revestido de cobre, a moeda de R$ 0,05  faz uma homenagem a Joaquim José da Silva Xavier , o Tiradentes


Com material diferente das moedas de R$ 0,01 e R$ 0,05, a moeda de R$ 0,10 foi feita em aço e revestida de bronze.

O rosto de D. Pedro 1º estampa a frente da moeda, e no seu verso, há o valor, data de produção e a imagem da bandeira nacional


A moeda de R$ 0,25 é feita de aço revestido em bronze com a representação de Manuel Deodoro da Fonseca na frente. No verso estão o valor, a data de produção e a imagem da bandeira nacional.

Nesta terça-feira (28), faz 18 anos que o Plano Real foi implementado. A moeda só entraria em circulação em 1º de julho do mesmo ano, em 1994


O material da moeda de R$ 0,50 foi modificado em 1998 de aço inoxidável para cuproníquel, mas a sua antiga versão, de 1994, ainda está em circulação.

A imagem de José Maria da Silva Paranhos Júnior, primeiro e único barão de Rio Branco, estampa a moeda. No verso, o valor, a data de produção e a imagem da bandeira nacional


A moeda de R$ 1 é a mais diferente da sua família e foi produzida com dois materiais: o aço inox em seu núcleo e aço revestido em bronze no anel.

Na frente da moeda está a imagem da República e, no anel, desenhos indígenas. Já no verso, há o valor, a data e a imagem da bandeira nacional alusão, além de mais desenhos inspirados nos índios brasileiros no anel

Fonte: R7

,

Depósito milionário para ex-vice do BB é investigado

O ex-vice-presidente do Banco do Brasil Allan Toledo, que até dezembro ocupava uma das áreas mais importantes da instituição, está sendo investigado por ter recebido quase R$ 1 milhão numa conta bancária no ano passado, informa reportagem de Andreza Matais, publicada na Folha desta terça-feira (a íntegra está disponível para assinantes do jornal e do UOL, empresa controlada pelo Grupo Folha, que edita a Folha).
Além de abrir uma sindicância interna para apurar o caso, o banco também notificou a Polícia Federal.

O executivo recebeu em sua conta depósitos mensais no valor de R$ 953 mil. O dinheiro foi transferido para a conta dele pela aposentada Liu Mara Fosca Zerey, de 70 anos.
OUTRO LADO
Toledo disse ser procurador da aposentada e que abriu a conta no banco para administrar o dinheiro dela.
Segundo ele, o valor é proveniente da venda de uma casa da aposentada, localizada no Novo Brooklin (São Paulo), para o empresário Wanderley Mantovani.
Certidão da Prefeitura de São Paulo, porém, mostra que a casa continua em nome de Liu Mara Fosca Zerey. Também não há registro em cartório de compra e venda do imóvel e a aposentada continua morando na casa um ano e dois meses após a transação alegada.




































Fonte: Folha.com

,

Da cadeia, 'homem da motosserra' ameaça Judiciário

Preso há 12 anos e condenado a mais de 110 anos de prisão, o ex-deputado federal e ex-coronel da Polícia Militar Hildebrando Pascoal - o “homem da motosserra” - driblou a vigilância da penitenciária de segurança máxima do Acre e enviou duas cartas de ameaça e extorsão a autoridades do Judiciário local. Ele exige dinheiro e afirma ter fatos a revelar aos Conselhos Nacional de Justiça (CNJ) e do Ministério Público (CNMP), conforme revelou o jornal O Estado de S. Paulo no domingo, na coluna Direto de Brasília, de João Bosco Rabello. As cartas integram um inquérito sigiloso em tramitação no Ministério Público do Acre.
Manuscritas e postadas no dia 23 de novembro de 2011 numa agência dos Correios em Rio Branco (AC), foram enviadas por Sedex à desembargadora Eva Evangelista, do Tribunal de Justiça do Acre, e à procuradora de Justiça Vanda Milani Nogueira, ex-cunhada de Hildebrando. Aos 60 anos, o homem que na década de 90 liderou o “esquadrão da morte” mostra-se ressentido e disposto a vingar-se de quem, segundo ele, o teria abandonado.
Na carta enviada à procuradora, Hildebrando pede que ela lhe envie R$ 6 mil “para me manter e manter minha família”. E prossegue: “Caso não me atenda, tenha a gentileza de encaminhar esta carta para os órgãos competentes, pois caso contrário eu a encaminharei e apresentarei esclarecimentos provando os fatos”.
O Ministério Público atribui as ameaças e tentativa de extorsão à cassação da patente de coronel da PM, decretada em 2005, mas que se efetivou no ano passado, com o trânsito em julgado (esgotamento dos recursos) da decisão. O ex-deputado explicita esse ressentimento na carta: “Você (Vanda) conseguiu com sua turma tirar a minha patente e o meu salário, posição que conquistei, com honra”.
Eva foi a juíza-revisora do processo de cassação da patente. “É claro que me senti constrangida. Em 36 anos de magistratura, nunca fui ameaçada”, disse Vanda ao jornal O Estado de S. Paulo. Ela encaminhou a carta ao Ministério Público e ao presidente do TJ, pedindo reforço na ronda feita em sua residência.
Caneta
Na carta a Eva, Hildebrando diz que a única arma que possui no momento é uma “caneta” e avisa que pretende usá-la. Em 2009, ele foi julgado e condenado por um dos crimes mais bárbaros da década de 90: a morte de Agilson Santos, o Baiano. Segundo o MP, em julho de 1996, ele teve os olhos perfurados, braços, pernas e pênis amputados com o uso de uma motosserra. Ele teria sido morto por não revelar o paradeiro de José Hugo Alves Júnior, suspeito de matar Itamar Pascoal, irmão de Hildebrando.
Na mesma carta, afirma que teria presenciado Vanda entregar a Eva o gabarito das provas do concurso para o MP em que a filha dela, Gilcely, teria sido aprovada. Na carta a Vanda, acusa-a de sabotar uma reunião em que ele tentaria encerrar as desavenças com o desembargador Gercino da Silva Filho, mediada pelo então governador Orleir Cameli.
Atribui à frustração dessa conversa a sequência de denúncias que partiram de Gercino contra ele, que desencadearam, em 1999, a CPI do Narcotráfico, a cassação de seu mandato e sua prisão. Hildebrando foi acusado de homicídio, formação de quadrilha, tráfico de drogas e compra de votos.
Nas cartas, Hildebrando menciona o governador do Acre, Tião Viana, e o irmão dele, senador Jorge Viana, ambos do PT, seus adversários políticos. Para Vanda, ele afirma que Gercino “passou a utilizar-se de todos os meios repugnáveis ao Estado Democrático de Direito para destruí-lo, com o apoio de Jorge Viana”. Para Eva, lamenta a proximidade dela com seus desafetos. “Diante de tanta amizade, não cabia a senhora se aliar aos meus algozes Jorge Viana e Tião Viana, condenando-me à desonra e à execração pública.”
Coordenador do grupo de combate ao crime organizado, o procurador de Justiça Sammy Barbosa considera uma “afronta” as ameaças e a falha de segurança, sobretudo diante da alta periculosidade do preso. “Ele é um caso único no Brasil. Colocou um Estado inteiro de joelhos”, resume. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo. (Agência Estado)

,

WikiLeaks: médicos estimam que Chávez tem de um a dois anos de vida

Presidente venezuelano está em Cuba para tratar uma lesão na região da pélvis
















O WikiLeaks anunciou nesta segunda-feira (27) que começou a publicar mais de cinco milhões de emails confidenciais da Stratfor, empresa privada norte-americana de inteligência e análise estratégica. Entre os documentos, há detalhes de inteligência sobre a saúde do presidente venezuelano Hugo Chávez, que está atualmente em Cuba para uma nova cirurgia. Segundo os documentos, Chávez teria entre um e dois anos de vida.

De acordo com os e-mails vazados hoje pelo WikiLeaks, datados de dezembro do ano passado, o tumor de Chávez teria começado a crescer próximo da próstata e se espalhado pelo cólon, o que teria causado uma confusão sobre o tipo de tratamento.
- Uma fonte confiável explicou que o câncer se espalhou pelos gânglios linfáticos, medula óssea e coluna vertebral, ou seja, é muito sério.
Ainda de acordo com a troca de e-mail de funcionários da empresa privada norte-americana de inteligência, o presidente venezuelano é acompanhado por duas equipes, uma cubana e outra russa, e ambas estão em conflito.
A equipe russa teria acusado a cubana de ter cometido erros na primeira cirurgia, de retirada do tumor. Ainda segundo os documentos, uma segunda cirurgia teria sido feita pelos russos basicamente para corrigir os erros dos cubanos. Oficialmente, o governo venezuelano declarou que foi realizada somente uma cirurgia.
- Os russos reclamam que os cubanos não têm um tratamento (sic) de imagens adequado para tratar Chávez. O diagnóstico médico dos cubanos é de dois anos. Já o diagnóstico russo, em razão do equipamento médico inadequado, é de menos de um ano [de vida].
Segundo a fonte citada nos e-mails, a equipe médica reclamaria que o presidente venezuelano é “um paciente difícil”.
- Ele não ouve os médicos e interrompe o tratamento para fazer aparições públicas.
Exemplo disso é que Chávez teria interrompido o tratamento quimioterápico para ir ao evento da Celac (Comunidade de Estados Latino-americanos e Caribenhos), cuja cúpula de fundação estava prevista para julho e acabou sendo realizada nos primeiros dias de dezembro em Caracas.
Informações oficiais sobre Chávez
O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, foi submetido a uma cirurgia na capital cubana em 20 de junho para a retirada de um tumor maligno na pélvis, onde também recebeu os dois primeiros tratamentos de quimioterapia, em julho e agosto. Os médicos não revelaram o tipo de câncer de Chávez. Em outubro passado, ele declarou que estava livre do câncer.
Mas o venezuelano voltou este final de semana a Cuba para realizar mais uma cirurgia. Chávez declarou na semana passada que tem uma lesão de dois centímetros na mesma região pélvica de onde os médicos removeram o tumor em junho.
Wikileaks
O ativismo do site WikiLeaks, ONG sediada na Suécia, ganhou notoriedade neste ano com o vazamento de documentos confidenciais da maior potência do mundo: os Estados Unidos. A escalada de polêmicas começou em abril, ao divulgar na internet vídeos de civis iraquianos sendo mortos durante um ataque aéreo das forças militares americanas.
Desde então, os textos publicados constantemente pela organização expôs os EUA de diferentes formas: desde o seu envolvimento nas guerras do Afeganistão e Iraque, o trabalho da CIA (inteligência americana), aos relatórios confidenciais da diplomacia.

Mas o WikiLeaks não estampou o noticiário internacional apenas por causa dos vazamentos. Há uma enorme polêmica em torno de seu fundador, o australiano Julian Assange, que diz receber ameaças de morte e, ao mesmo tempo, é acusado de estupro e agressão sexual na Suécia.
Assange atualmente está na Grã-Bretanha e tenta evitar uma extradição para a Suécia, país que quer interrogá-lo pelos quatro supostos crimes sexuais.
O WikiLeaks teme que, caso Assange seja extraditado para a Suécia, Estocolmo o envie aos Estados Unidos.

Fonte: R7

,

Polícia Civil desvenda assassinato de adolescente no distrito de Mosqueiro

Coletiva a jornalistas

A Polícia Civil desvendou, em menos de uma semana, o assassinato do adolescente Patrick Botelho da Silva, de 16 anos, morto no último dia 21 no distrito de Mosqueiro, em Belém. Dois autores do crime já estão presos. Os acusados foram apresentados na manhã desta segunda-feira, 27, em entrevista coletiva a jornalistas, no auditório da Delegacia-Geral, na capital. Francisco Moura Junior, de 23 anos, conhecido por Junior, e Paulo José do Espírito Santo Costa, 18 anos, de apelido “Gam”, tiveram as prisões preventivas decretadas pela Comarca Judiciária de Mosqueiro. O crime foi motivado pelos ciúmes que Junior nutria da namorada que era muito amiga da vítima.
O assassinato foi premeditado e planejado por Junior que contou com ajuda do comparsa. Um terceiro envolvido no crime não teve o nome divulgado para não prejudicar as investigações, porém já está também com mandado de prisão judicial decretado. Participaram da entrevista coletiva o delegado-geral da Polícia Civil, Nilton Atayde; o delegado-geral adjunto, Rilmar Firmino; o diretor de Polícia Especializada, delegado João Bosco Junior; o diretor de Polícia Metropolitana, Roberto Teixeira; e os delegados Nilton Neves, da Seccional de Mosqueiro; e Cláudia Renata Guedes e Gilvandro Furtado, da Divisão de Homicídios.

Delegado-geral Nilton Atayde
O delegado-geral enalteceu, no início da entrevista, o trabalho de investigação realizado pelas equipes policiais da Divisão de Homicídios e da Seccional Urbana de Mosqueiro que se empenharam desde o momento em que o crime foi informado à Polícia Civil. “Foi um trabalho bem desenvolvido pela equipe policial”, frisou.
Aos jornalistas, ele explicou que a apuração do crime ainda não está concluída. “Surgiram inicialmente três nomes nas investigações. Falta um terceiro que ainda está sob investigação”, detalhou. Em decorrência do andamento das investigações, pelo fato de a vítima ser adolescente e ainda devido ao inquérito estar sob segredo de Justiça, Nilton Atayde frisou que alguns detalhes das investigações ainda não poderiam ser divulgados. O delegado-geral enfatizou que ainda não é possível afirmar se Patrick sofreu violência sexual. “Somente com o laudo pericial é que teremos essa informação”, explicou. Sobre as circunstâncias do crime, o delegado Nilton Neves, da Seccional de Mosqueiro, explicou que, no decorrer das investigações, os elementos de provas coletadas levaram à equipe policial envolvida na apuração do caso a ter a certeza de que a motivação do crime foi um ciúme doentio que Junior tinha de Patrick. O delegado apurou que “Gam” e Junior atuam como traficantes de drogas no distrito de Mosqueiro. Ainda no mês de janeiro deste ano, “Gam” contraiu uma dívida de R$ 2 mil com venda de drogas e não repassou o valor para Junior.

Francisco Junior e Paulo Costa
Para perdoar a dívida, informou o delegado, Junior convenceu o comparsa a participar de um plano com objetivo de matar o adolescente. “Gam”, que era conhecido da vítima, deveria atrair Patrick até um barraca situada na orla da Praia Grande de Mosqueiro, onde Junior os aguardaria para matar o rapaz. Conforme as investigações, Patrick e a namorada de Junior, cujo nome será mantido sob sigilo por se tratar de testemunha, eram muito amigos e frequentavam juntos a paróquia da comunidade. “Tudo foi premeditado”, reforçou Nilton Neves. No dia do crime, Paulo foi até a casa de Patrick e conversou com a vítima, convencendo-a a acompanhá-lo até o local do crime. Os dois caminharam da casa da vítima até a barraca. Em frente ao local estava o carro de Junior, um gol escuro. “Foi aí que a vítima viu o carro e ainda chegou a perguntar para Paulo José que carro era aquele”, explicou o delegado. O policial civil ressaltou que a vítima gravou na memória as três letras iniciais da placa, o modelo e a cor aproximada do veículo. 

REVELAÇÕES DA VÍTIMA AJUDARAM INVESTIGAÇÕES DO CRIME Essas informações foram reveladas por Patrick ao tio antes do rapaz falecer no hospital. “Essas informações foram fundamentais para que o crime fosse desvendado”, ratificou o delegado do distrito de Mosqueiro. Após “Gam” entrar com a vítima na barraca, Junior já estava no interior do local. Em seguida, a vítima teve as roupas rasgadas, foi esfaqueada, amordaçada e teve mãos e pés amarrados com as próprias vestes. Segundo versão apresentada em depoimento por “Gam”, o comparsa Junior seria o autor dos golpes de faca no corpo da vítima. Já Junior, por sua vez, nega o crime. O delegado Nilton Neves afirmou que a informação veiculada por jornais de que a vítima teria sido atropelada pelo carro, pois teria marcas de pneu no tórax, não procede. Sobre a terceira pessoa, o delegado informa apenas que estava no local do crime, mas não teceu detalhes sobre a participação dela no homicídio devido ao andamento das investigações. “Ela está identificada e com a prisão preventiva decretada pela Justiça”, afirmou.
Delegado Nilton Neves


Os delegados informaram ainda que os criminosos decidiram fugir do local do crime após ver os reflexos das luzes do giroflex (luminoso) de um carro de vigilância privada que trafegava perto da praia. “Eles ficaram com medo pensando que fosse a Polícia. Assim, resolveram abandonar a vítima”, explicou o delegado João Bosco Rodrigues, diretor de Polícia Especializada. Junior foi preso na manhã deste domingo, 26, quando dormia na casa da namorada, no bairro Maracajá, em Mosqueiro. Já Paulo José estava preso desde a noite de quinta-feira da semana passada, quando foi detido também em Mosqueiro, no bairro Maracajá. “Gam” já tem passagem pela Polícia por roubo. Já Junior, segundos relatos ouvidos durante o inquérito, tem um temperamento violento e costuma agredir fisicamente as namoradas. Também, conforme os policiais, Junior tem envolvimento com o tráfico de drogas em Mosqueiro. Os acusados permanecerão recolhidos no Sistema Penitenciário do Pará à disposição da Justiça.

INVESTIGAÇÕES Quatro unidades da Polícia Civil investigam em conjunto o assassinato de Patrick Botelho da Silva. São mais de 20 policiais civis, entre delegados, escrivães e investigadores, envolvidos na apuração do crime. Trabalham nas investigações policiais da Seccional Urbana de Mosqueiro; da Delegacia de Santa Bárbara, que é vinculada a Mosqueiro, e da Divisão de Homicídios (DH). As investigações iniciaram imediatamente logo após o crime ser comunicado à Seccional Urbana de Mosqueiro e à Polícia Militar. Até o momento, mais de dez pessoas foram ouvidas no inquérito policial na condição de testemunhas. São pessoas que podem trazer informações importantes para as investigações, que tramitam sob sigilo para evitar prejuízos ao trabalho policial.

 (ASCOM DA POLÍCIA CIVIL/PA)

,

Policiais civis prendem um dos maiores ladrões de moto na capital


A Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos Automotores (DRFVA) apresentou na tarde desta segunda-feira, 27, na sede da unidade policial situada na Divisão de Repressão ao Crime Organizado, o preso Fabrício da Silva Nonato, 21 anos, apontado como um dos maiores ladrões de moto em atuação no Estado. Ele estava com mandado de prisão preventiva decretado pela Justiça pelo furto de uma motocicleta, no ano passado, em frente a uma faculdade particular, na rua Municipalidade, bairro do Reduto, centro da capital.
A apresentação foi feita pelo delegado Marco Antônio Duarte, diretor da DRFVA. De acordo com o policial, Fabrício foi preso na noite de sexta-feira passada, no bairro do Jardim Sideral, em Belém, no momento em que tentava negociar uma motocicleta roubada com um policial disfarçado. De acordo com o delegado Duarte, o acusado era um dos mais procurados da Polícia Civil do Pará e estava com a foto publicada no portal da instituição. Contra ele, há dois inquéritos instaurados por furto de motocicletas.
Ele responde a outros onze processos criminais na Justiça por outros delitos. A captura de Fabrício foi efetuada por policiais civis da Divisão de Repressão a Furtos e Roubos (DRFR) sob comando do delegado Eder Mauro. Com ele, uma outra motocicleta roubada foi apreendida. Na ocasião, ele foi autuado em flagrante por adulteração de sinal identificar do veículo (chassi) e uso de documento falso, pois um documento fiscal do veículo foi apreendido com dados da motocicleta alterados. Na mesma ocasião, três adultos foram presos, entre eles um mecânico dono de uma oficina onde estava a moto, e um adolescente - responsável em levar motocicletas roubadas para Fabrício - foi apreendido. O preso Fabrício está recolhido no Centro de Triagem do Sistema Penitenciário anexo à Seccional Urbana de São Braz.
(Policia Civil)

,

Serra defende prévias no PSDB e anuncia que entrará na disputa

O ex-governador José Serra anunciou nesta segunda-feira (27), pelo Twitter, que disputará as prévias do PSDB para definir o candidato tucano à Prefeitura de São Paulo, conforme antecipou a Folha no último sábado.
"Sempre fui favorável às prévias para a escolha do candidato a prefeito do PSDB. E delas pretendo agora participar. Hoje comunicarei por escrito à direção do PSDB de São Paulo minha disposição de disputar a prefeitura de SP", diz ele no microblog.

O secretário estadual de Meio Ambiente, Bruno Covas, anunciou hoje que deixará a disputa.
Em entrevista à Folha, ele afirmou que desistiu de disputar as prévias do PSDB em favor de um "projeto partidário" e que a candidatura de Serra é a "resposta do partido à tentativa do PT de nacionalizar a eleição para prefeito de São Paulo".
Covas, que entrou na disputa com o incentivo do governador Geraldo Alckmin e chegou a transferir o título de eleitor de Santos para a capital para se inscrever nas prévias, disse que hoje o candidato do governador é Serra.
"Qualquer um que tem o Alckmin como líder não pode desconsiderar isso: o Serra surge como candidato do governador", afirmou.
Ontem, o secretário estadual de Cultura, Andrea Matarazzo, também comunicou oficialmente sua desistência de disputar as prévias. Ele disse que está deixando o páreo em nome da candidatura de Serra, e que tomou a decisão na quinta-feira, quando o colega manifestou o interesse de se candidatar.
"Vocês nunca verão eu disputar uma eleição com o Serra, somos do mesmo grupo político, somos amigos há muito tempo. Não faria sentido", explicou.
Segundo Matarazzo, Serra decidiu entrar na eleição quando viu que "a ameaça da volta do PT podia ser realidade". "Ele [Serra] viu e viveu a tragédia que foi o governo do PT em São Paulo", disse. "O PT é o adversário e é ele que devemos enfrentar."
Para o secretário de Cultura, a permanência de Serra na Prefeitura de São Paulo, se eleito, é praticamente certa, rejeitando assim a possibilidade dele concorrer a outro cargo em 2014, nos mesmos moldes de sua primeira passagem como prefeito, entre 2005 e 2006.
"Tenho certeza que ele [Serra] voltará e que ficará provavelmente quatro anos ou, quem sabe, oito anos na Prefeitura", disse.

,

Atriz Lucy Lawless, que interpretou Xena, é detida em protesto ambiental

Polícia prendeu manifestantes do Greenpeace em torre de perfuração.
Eles queriam impedir que navio buscasse petróleo na Nova Zelândia.


A atriz Lucy Lawless e ativistas do Greenpeace foram detidos e liberados nesta segunda-feira, quatro dias depois que o grupo subiu em um navio de perfuração que ia buscar petróleo e o impediu de sair de uma doca na Nova Zelândia. A atriz neozelandesa de 43 anos é conhecida pelo papel-título na série de TV "Xena: A princesa guerreira" e mais recentemente por estrelar o seriado "Spartacus".
A polícia prendeu os manifestantes no topo de uma torre de perfuração (a 53 metros) no Discoverer Noble, no porto de Taranaki. Fretado pela companhia petrolífera Shell, o navio tinha planos de sair no fim de semana para perfurar cinco poços no Ártico. Lawless e os ativistas escalaram a torre na sexta-feira para impedir a partida do navio.



Os ativistas foram acusados ​​de roubo, um crime mais grave. Todos foram liberados e deverão comparecer a um tribunal na Nova Zelândia na próxima quinta-feira. Lawless falou à Associated Press do alto da torre na sexta-feira, onde ela disse que rajadas de vento tornaram difícil o protesto. Ela disse que se sentiu obrigada a tomar uma posição contra a perfuração em busca de petróleo no Ártico e contra o aquecimento global.
"Eu tenho três filhos. Minha única razão biológica para estar neste planeta é assegurar que possam florescer, e eles não podem fazer isso em um ambiente sujo e degradado", disse ela. "Precisamos combater enquanto ainda podemos."



Em um comunicado, Rob Jager, presidente da Shell Nova Zelândia, disse que o protesto tinha colocado as pessoas em perigo e ele estava satisfeito que estava acabado. Ele disse que ficou decepcionado que o Greenpeace não tinha aceitado a oferta da empresa para se engajar em uma "conversa produtiva".
Shona Geary, porta-voz da Shell, disse que o navio deve deixar o porto nos próximos dias. Bunny McDiarmid, presidente-executivo do Greenpeace Nova Zelândia, disse que o protesto foi "brilhante" e que mais de 100 mil pessoas tinham enviado mensagens contra os planos da empresa no Ártico.

 Fonte: G1

,

Justiça condena fraudadores do seguro-desemprego

A Justiça Federal condenou na semana passada um grupo que fraudava o seguro-desemprego em agências da Caixa em Belém. Denunciados pelo procurador da República Igor Nery Figueiredo, Ednaldo de Matos da Silva, Rosimar Santos Silva e Sandra Maria da Silva foram punidos com prisão e multa. A decisão é da 4ª Vara Federal em Belém.
O grupo foi pego ao tentar retirar o seguro por meio de informações falsas de que todos tinham sido demitidos por uma empresa da capital.
FGTS
Também houve condenação por fraudes em documentos públicos. A Justiça Federal condenou Roberto Carlos de Araújo Soares a reclusão e multa.
Segundo denúncia do Ministério Público Federal, assinada pela procuradora da República Maria Clara Barros Noleto, o condenado apresentou, na Delegacia Regional do Trabalho, guias de recolhimento de Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) com autentificações bancárias falsas.
"Foi o próprio administrador da empresa que fez as fraudes para serem utilizadas juntos ao órgãos públicos", ressaltou o MPF no recurso que levou à condenação. A sentença também é da 4ª Vara Federal na capital. (Ascom/MPF)

,

Policiais civis flagram cinco traficantes de drogas em Bragança

Marcelo e Rafael
Gerson
Edu e Alcino

Em apenas 24 horas, cinco pessoas foram presas em flagrante por tráfico de drogas em ações desencadeadas pelas Polícias Civil e Militar em Bragança, nordeste do Estado. O primeiro preso foi Gerson Pedrosa da Silva, de apelido "Castanhal", com quem foram encontradas 19 petecas de pasta de cocaína, uma balança de precisão e plásticos para embalagem de drogas. Em outro local, a equipe de policiais civis estourou mais um laboratório de preparo de drogas, onde foram presos os irmãos Alcino Reis do Rosário e Edu dos Reis Rosário. Com os dois, foram apreendidas 21 petecas de tamanho grande, do tipo 1/25, balança de precisão e material de preparo. Outras duas pessoas, Marcelo da Silva e Silva e Rafael do Nascimento Lopes foram flagrados com oitenta cigarros de "maconha" prontos para revenda.

Delegado Veloso
Mais apreensões
Drogas encontradas

No total, a Polícia Civil de Bragança lavrou três autos de prisão em flagrante. Os cinco presos foram colocados à disposição da Justiça. As ações da Polícia Civil foram comandadas pelo delegado Wander Veloso com equipe formada pelo escrivão Natanael e investigadores Hélio, Geraldo, Alcântara, Pedro e Rose. "Essas operações visam atender às determinações da Superintendência Regional da Zona Bragantina, na pessoa do delegado Ailton Benone, para atuação, de forma enérgica, na região", explicou o delegado Veloso. Ainda, conforme ele, o combate ao tráfico de drogas será cada vez mais intensificado em Bragança. "Apenas este mês, já foram dez traficantes de drogas presos e dois laboratórios de substâncias entorpecentes estourados", enfatizou o delegado.  

(Policia Civil)

Criado em © 2011
Desenvolvido por. Bruno Tavares | brunoperfectt@live.com

Twitter