• Clique Aqui
  • Clique Aqui

Archive for Maio 2014

,

Homem acusado de roubo e homicídio em São Miguel do Guamá, é preso.

Paulo Xavier Oliveira Junior, Vulgo Paulo Junior
























Um homem identificado como Paulo Xavier Oliveira Junior, Vulgo Paulo Junior , foi preso na quarta-feira dia  14 de maio, pela policia Militar e apresentado na Delegacia  de São Miguel do Guamá por volta das 23:00hs. Ele é acusado de Homicídio e de  ter praticado assalto no Posto Tabocas onde o mesmo levou toda renda que estava com o frentista.
 
Com Paulo Junior foi apreendido uma arma tipo calibre 38 com 3 munições intactas.








,

Empresário e fiscais da Sefa são presos

 



















Os servidores públicos da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefa) Antonio Oliveira da Cruz, de apelido Tonhão; Claudelina de Aquino Rodrigues; José Maria Oliveira do Nascimento; Emanuel José Fernandes da Silva; Manuel Santos de Sousa, de apelido “Manduca”; Maria Rosineide Florenzano Soares, a Neide; Paulo Raimundo Cardoso de Oliveira; Rui Carlos Viana da Costa e Paulo Roberto Nazareno Barbosa Sotão, além do empresário Pedro Leite de Sousa, o “Pedro Cavalo”, dono de uma balsa, em Itaituba, foram presos pela Polícia Civil nesta quinta-feira (15) acusados de participar de um esquema de corrupção no Estado.
 
Sob coordenação da Superintendência Regional do Baixo e Médio Amazonas, sediada em Santarém, a operação teve por objetivo o combate aos crimes de corrupção ativa e passiva e associação criminosa, em um esquema que envolvia os fiscais da Sefa e empresários ligados à navegação e transporte de carga na região oeste do Pará.
 
Pelo esquema, os empresários seriam beneficiados pelos servidores presos para não serem fiscalizados. As prisões em Belém, Castanhal e Itaituba foram realizadas por equipes operacionais coordenadas pela Delegacia-Geral (DG), Diretoria de Polícia do Interior (DPI) e Núcleo de Inteligência Policial (NIP) da Polícia Civil.  
 
As investigações continuam e novas prisões podem acontecer nos municípios onde ocorre a operação.
 
Fonte: DOL

,

Onibus responsável pelo transporte escolar fica pendurado em Apuí zona rural de São Miguel do Guamá







 














 
Na última segunda feira (12/05) o ônibus que transportava alunos para a comunidade do Apuí, erra a ponte e fica pendurado, com crianças com idade entre quatro e oito anos.

A denúncia foi feita por pais e alunos que reclamam da falta de manutenção no ônibus responsável por transportá-los.

Após o acidente uma mãe foi tomar esclarecimentos e foi agredida verbalmente pelo motorista, que acusou os próprios estudantes pela precariedade do ônibus. Segundo ele, o veículo está destruído porque foi depredado pelos próprios alunos.

As reclamações dos alunos são frequentes, uma vez que durante toda a semana passada o veículo não teria feito o transporte dos estudantes, que não tiveram como vir para São Miguel do Guamá.

A precariedade dos ônibus já é de conhecimento da Secretaria de Educação, pois durante o mês de março muitos pais vieram ao município reclamar e exigir melhorias no transporte escolar.

Novo transporte
 
Segundo informações dos próprios alunos, a partir de hoje(15/05), uma nova empresa de transporte, começaria prestar os serviços, o DiG quer saber se tem licitação para tal.
 
Fonte: Blog do Manoel Silva, (DIG)

 
 
 
 
 

,

Polícia Civil prende organização criminosa envolvida em roubos de veículos na Grande Belém





















 
 
A Polícia Civil prendeu em flagrante, na madrugada desta quarta, 14, em Ananindeua, na Grande Belém, quatro adultos e apreendeu um adolescente acusados de envolvimento em uma organização criminosa envolvida em assaltos, como roubos de veículos e a farmácias. Com eles, um carro roubado, modelo Honda Fit, com placa clonada, foi apreendido. Também foram apreendidos, com os presos, dois revólveres de calibres 32 e 38, com munição, e telefones celulares. As prisões foram realizadas por policiais civis do Grupo de Pronto-Emprego (GPE), sob comando do delegado Marcos Miléo. Os presos são Felipe Soares da Gama, 18 anos; Luís Carlos Farias Colares Júnior, 24, de apelido “Cachorro”; Deyvison Wellington dos Santos, 27; e Marlon Mauri da Silva Ribeiro, 23. Luís e Deyvison são foragidos de Justiça.
 
 







 
O delegado explica que a prisão do grupo é resultado de uma investigação iniciada na última sexta-feira, após o registro do roubo do Honda Fit. O crime ocorreu à noite na travessa Vileta, bairro da Pedreira, em Belém. A equipe de policiais civis localizou o carro, durante a madrugada desta quarta, quando o veículo trafegava na estrada do Maguary, em Ananindeua. Felipe Gama era quem dirigia o carro. “Ele atuava como motorista da organização criminosa e era responsável em guardar os carros roubados”, detalha o delegado.
Após a prisão dele, os policiais civis prenderam os demais membros do grupo, em uma casa. Com eles, as armas foram apreendidas. Entre eles, estava um adolescente de 17 anos. Os cinco acusados foram levados para a sede do GPE, na Delegacia-Geral, onde foram reconhecidos pelo dono do carro roubado. A placa do veículo já havia sido clonada. O carro apresentava placa de outro veículo totalmente legal com as mesmas características.
O delegado detalha que cada membro do grupo tinha uma função específica na organização criminosa. Um deles, Felipe Gama, era quem dirigia os carros roubados; os demais cometiam os roubos e eram responsáveis pela adulteração na placa. Ainda, conforme o policial, Marlos Mauri é suspeito de um homicídio. A organização criminosa também é suspeita de praticar assaltos em farmácias na capital. Eles vão responder por roubo, organização criminosa e porte ilegal de armas de fogo. Os adultos responderão ainda por corrupção de menor de idade.

,

Polícias Civil e Militar prendem 11 envolvidos em crimes na cidade de São Miguel do Guamá

 














 
As Polícias Civil e Militar deram continuidade à operação de integração em São Miguel do Guamá, nordeste paraense, para cumprir mandados de prisão e prender em flagrante autores de crimes na região. Ao todo, 11 pessoas foram presas, nos últimos dias, durante as ações de repressão e combate à criminalidade. As informações foram divulgadas, nesta segunda-feira, 12, pelo delegado Ronaldo Lopes, titular da Delegacia local. Entre os presos estão acusados de homicídio, roubo e furto. Pela prática de homicídio foram presos Juliano Trindade Travassos, 25 anos, de apelido “Ravenga”, e Frank Luiz Pereira de Melo, 25, que estão com mandados de prisão preventiva decretados pela Justiça após a conclusão do inquérito policial que apurou o crime de homicídio contra Paulo César de Oliveira que era conhecido como “Paulo Gordo”.
 
Juliano Trindade Travassos, 25 anos, de apelido “Ravenga”
 
 
A vítima, que trabalhava como vigia de uma movelaria, foi morta por causa de uma rixa com os acusados. O crime se registrou em 12 de abril deste ano, no bairro da Vila Nova Conquista. A partir do crime, foi instaurado inquérito policial pelo delegado Ronaldo Lopes, que resultou nas prisões dos acusados. Conforme o delegado, além dos dois acusados, já estava preso, desde o dia seguinte ao crime, Alessandro Lopes Paixão, 28, conhecido como “Neném”, que, ao ser preso, portava documento de identidade com nome falso.
 
Após exame datiloscópico realizado pela Diretoria de Identificação “Enéas Martins” (DIDEM), da Polícia Civil, foi comprovada a verdadeira identidade do preso. A equipe de investigação levantou que Alessandro é foragido do Presídio de Paragominas, onde responde por roubo. Ele também é condenado na Comarca de Barcarena, com o nome falso de Jackson Lopes da Paixão, por roubo. O outro envolvido no crime é Antônio Alessandro Guedes Ribeiro, 25, de apelido “Sandro da Petoca”, que está foragido e que pode ser denunciado pelos fones 181 ou da Delegacia de São Miguel do Guamá pelo fone (91) 3446­-2880.
 
OUTROS PRESOS Acusados de roubo, estão presos Itamar Nogueira Alencar Filho, 26; Jeferson Silva Ribeiro, 19; Cleiton Ferreira do Espírito Santo, 18, de apelido “Fissura”, e Manoel Assunção Cardoso Filho, 27. Segundo o delegado, os quatro são envolvidos em roubos de telefones celulares na cidade. Os aparelhos seriam trocados por drogas ou revendidos para obter dinheiro para adquirir o entorpecente. Outro preso por roubo é Wudson Kleiton Teixeira dos Santos, 21 anos, acusado de roubo. Em outra ação policial, foram presos, após cometimento de furto em estabelecimento comercial, Bruno Oliveira Cardoso, 23 anos, e Dhyose Trindade dos Reis, 21, que foram flagrados, pela equipe de investigação de São Miguel do Guamá, sob o comando do delegado Ronaldo Lopes, e por policiais militares sob o comando do tenente coronel Roberto França. As operações no município de São Miguel do Guamá seguem uma determinação da Diretoria de Polícia do Interior, e da Superintendência Regional de Castanhal para coibir a violência e criminalidade na região.
 
Fonte: Policia Civil

,

Polícia Civil desmonta laboratório de preparo de drogas em periferia de Castanhal

 












 
 
A Polícia Civil desmontou um laboratório de preparo de drogas, que ficava em uma quitinete, na periferia da cidade de Castanhal, região nordeste do Pará. No local, mais de 50 petecas de cocaína e de pasta base da droga, além de maconha e material usado no preparo de entorpecentes foram apreendidos. Irlon Silva da Silva, 28 anos, e Eric Moraes Favacho, 25, responsáveis pelo crime, foram presos na rua Rocha Vieira, na área conhecida como Invasão da Copama, em Castanhal.
 
Uma denúncia anônima levou a equipe policial da Superintendência Regional do Salgado e do Núcleo de Apoio à Investigação (NAI) de Castanhal até o local onde os dois foram flagrados. Ao serem revistados, os policiais civis apreenderam com os acusados cinco tabletes de maconha. Ao ser revistado, Irlon portava um molho de chaves de uma quitinete onde o acusado mora. Os policiais seguiram até o local, onde constataram que o imóvel era usado como uma espécie de laboratório para preparo e refino de drogas.
 
Dentro da residência, foram encontradas 11 petecas de cocaína, outras 41 petecas de pasta base da droga, dois tabletes de maconha do tipo “limãozinho”, mais três tabletes de pasta de cocaína do tipo 25 gramas, além de tubo de linha, sacos plásticos e tesouras usados no tráfico de drogas. Os dois foram autuados em flagrante por tráfico e associação ao tráfico de entorpecentes.

,

Polícia Civil autua acusados de roubo a residência em Castanhal e da morte de militar da Aeronáutica em Icoaraci

















A Polícia Civil autuou em flagrante, nesta quarta-feira, 7, uma quadrilha envolvida em roubos a residências e em homicídios. Os quatro presos agiam em assaltos em Castanhal, nordeste paraense, e são apontados como responsáveis por homicídios no distrito de Icoaraci, em Belém. O bando foi preso por policiais militares, durante a madrugada, logo após assaltar uma casa no bairro Estrela, em Castanhal. Na fuga, Ederleno Mendes Sandin, 28 anos; Edson Marlos de Barros Nunes, 22; Kleybson Magno de Oliveira, 23, e Sérgio Renan Gomes dos Santos, 23, foram perseguidos pela guarnição policial, até serem capturados, em Marituba, na região metropolitana de Belém. Eles foram reconhecidos como os autores da morte do sargento da Aeronáutica, Rubens Silva Cristo, crime ocorrido na última segunda-feira, em Icoaraci.


Os criminosos estavam em um carro Ford Fiesta, vermelho, placa JVG 7649. Dentro do veículo, os policiais apreenderam diversos roubados durante o assalto à residência, como um aparelho televisor marca LG de 32 polegadas, dois aparelhos celulares, um carregador de celular, relógios de pulso e outros bens. Os presos são moradores em Belém. No ato da prisão, foi apreendido um revólver de calibre 38 usado pela quadrilha.


Após a apresentação dos presos na sede da Polícia Civil, em Castanhal, pela equipe comandada pelo delegado Luís Xavier, titular da Superintendência Regional do Salgado, os policiais civis apuraram que os presos estavam envolvidos em, pelo menos, dois homicídios ocorridos em Icoaraci. Um dos crimes foi a morte do sargento da Aeronáutica. “A esposa da vítima e testemunhas do crime estiveram na sede da Superintendência da Polícia Civil, na cidade de Castanhal, onde reconheceram os presos como as mesmas pessoas que cometeram o assalto que resultou na morte do militar”, explica o delegado. 
 
Os presos são ainda acusados de um homicídio ocorrido no último dia 5, no bairro Sideral, em Ananindeua, durante um assalto a uma residência, onde o dono do imóvel foi baleado durante o crime. Ao ser realizada a checagem, em relação ao carro em que estavam os presos, os policiais constataram que se trata de um veículo roubado. Os quatro presos irão responder pelos crimes de roubo qualificado; formação de quadrilha e porte ilegal de arma de fogo. Eles estão recolhidos no presídio Centro de Recuperação Regional de Castanhal à disposição da Justiça.

,

EM SÃO MIGUEL DO GUAMÁ, MAIS UM CRIME DE MORTE; JOVEM É ENCONTRADO MORTO COM TIRO NA CABEÇA NA ESTRADA FORTALEZA


      Nas primeiras horas do dia de hoje 08\05\2014 populares acionaram a polícia militar , dando conta de que havia um jovem caído possivelmente sem vida com um tiro na cabeça, na estrada Fortaleza  próximo ao Domingo Carneiro. Logo compareceu ao local uma Guarnição da polícia militar juntamente com a Policia Civil que ao chegarem ao sinistro comprovaram a veracidade da informação. O jovem era Leonardo Pereira de Sousa 24 anos  (Vulgo Leo Cavalo)





,

Polícia Civil flagra esquema de venda de produtos falsificados na Grande Belém

 
 
A Polícia Civil, por meio da Delegacia do Consumidor (Decon), flagrou um esquema de venda de produtos falsificados, em Ananindeua, na Grande Belém. Ao todo, 12 volumes com pares de tênis esportivos réplicas de uma famosa marca, foram apreendidas, no momento em que eram entregues a Dimael Silva Ferreira, 53 anos, em um posto de combustível, na rodovia BR-316. Em depoimento, ele admitiu ter comprado o produto, que foi entregue no local, dentro de caixas de papelão, em um caminhão de transportadora. A apreensão é resultado da continuidade da operação “Medellin Brasileira”, da Decon, unidade policial vinculada à Divisão de Investigações e Operações Especiais (DIOE), da Polícia Civil. 
 
A delegada Vera Batista, titular da Decon, explica que a equipe de Investigadores da Delegacia flagrou o momento em que o acusado recebia a carga. Durante a abordagem policial, Dimael confessou aos policiais civis que iria comercializar as réplicas em áreas comerciais da Região Metropolitana de Belém. Ainda, Conforme ele, os produtos seriam fabricados no Estado de Minas Gerais. Após ser apresentado na sede da Delegacia. Ele, entretanto, reservou-se ao direito de falar somente na Justiça. Dimael foi autuado por crimes contra as relações de consumo, conforme o artigo 7º, Inciso 7º, da Lei 8.137/90, por comercialização de produtos falsificados. Os produtos permanecem recolhidos para passarem por perícia. A equipe policial foi formada pelos investigadores Laércio, Everaldo e André. 
 
“MEDELLIN BRASILEIRA” A operação teve início em 14 de abril desde ano, quando duas pessoas foram flagradas enquanto praticavam o transporte de cigarros contrabandeados, em Abaetetuba, nordeste do Pará. O flagrante ocorreu após três meses de investigações sob o comando da delegada Vera Batista. Os presos transportavam em um caminhão uma carga de cigarros, das marcas Record e Convair, cuja venda é proibida em território nacional. Ao todo, 900 mil unidades de cigarros foram apreendidas, o equivalente a 90 caixas de cigarros, das quais 45 caixas da marca Record e 45 da outra marca. Cada caixa tem 50 pacotes com 20 carteiras de 10 cigarros cada. A carga apreendida e o caminhão usado no transporte foram entregues à Receita Federal para os procedimentos de praxe na área tributária.

,

Polícia Civil autua mulher envolvida em tráfico interestadual de drogas



 














A Polícia Civil apurou que Dayane Pereira da Silva, 20 anos, presa na madrugada do último sábado, com 7,5 quilos de cocaína, já havia sido presa anteriormente por tráfico de drogas e que chegou a ficar recolhida por oito meses, até ser liberada da prisão. Ela foi flagrada, por policiais rodoviários federais, por volta de 4 horas da manhã, quando seguia em um ônibus interestadual, de Imperatriz, no Maranhão, para Belém. 
 
 
 















A abordagem ocorreu à altura do km 229, da rodovia BR-010 (Belém-Brasília), em Ipixuna do Pará, nordeste do Pará. O entorpecente foi encontrado dentro do travesseiro da acusada. A droga teria sido entregue à presa em Cuiabá, no Mato Grosso. 
Ela contou na sede da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE), que veio da capital mato-grossense até Goiânia, onde trocou de ônibus e seguiu até Imperatriz. A meta era levar a droga até o distrito de Icoaraci, em Belém. 
A mulher foi autuada em flagrante por tráfico de drogas, pela delegada Claudia Renata, e já está recolhida à disposição da Justiça.

,

Polícia Civil prende envolvido em tentativa de latrocínio contra juiz em Vigia de Nazaré
















A Polícia Civil apresentou, na manhã desta segunda-feira, na sede da Delegacia-Geral, em Belém, o preso Pedro Paulo Junior Mescoito Cunha, 21 anos, de apelido “Fino”, envolvido na tentativa de latrocínio contra um juiz de Direito, no ano passado, em Vigia de Nazaré, nordeste do Pará. O delegado-geral, Rilmar Firmino; o delegado Evandro Araújo, responsável pelas investigações, e juiz Heyder Ferreira, presidente da Associação dos Magistrados do Pará (AMEPA), estiveram presentes na apresentação. O preso está com mandado de prisão preventiva decretado pela Justiça. O comparsa dele no crime, Acácio Alves Costa, está foragido.
 
Acácio Alves: Denúncia ao fone 181
 
 
Em entrevista a jornalistas, o presidente da AMEPA agradeceu ao Sistema de Segurança Pública do Pará, em nome do delegado-geral, por todo empenho na condução da investigação do caso. “Não era um caso de fácil apuração. Logo no início, havia a dúvida se o crime tinha relação com a profissão de juiz, o que já foi esclarecido”, explica.
 
Conforme o delegado Evandro Araújo, os dois bandidos invadiram o sítio da vítima, em 12 de julho do ano passado, na localidade de Riozinho, zona rural de Vigia de Nazaré. Os criminosos estavam armados com uma espingarda calibre 16 e com um revólver calibre 38. Eles renderam a vítima e o caseiro, que estavam perto do igarapé, localizado dentro do sítio.
 
Os bandidos mandaram as vítimas se deitarem no chão e colocaram capuzes nelas. Enquanto mantinham os reféns, um dos criminosos fez um disparo de espingarda nas costas do juiz. Os balins da arma atingiram as costas e o braço da vítima. Enquanto isso, o outro bandido procurava por objetos de valor na casa do sítio.
 
Como nada havia, os criminosos tentaram levar o carro do magistrado, mas, como não conseguiram conduzi-lo, por ser um carro com câmbio automático, levaram apenas um relógio de pulso. Após o roubo, os dois fugiram em uma bicicleta até o ramal de Maracajá, onde apanharam uma moto que havia sido deixada por eles no local para fuga.
 
A dupla seguiu até a cidade de Terra Alta, para ficarem escondidos na cidade. “Fino” chegou a ir até Marabá, onde ficou por algum tempo, até retornar para Vigia de Nazaré, onde mora. Durante as investigações, vários suspeitos foram ouvidos em depoimento. Em março deste ano, o delegado Evandro Araújo tomou conhecimento de que Pedro Paulo estava com uma das armas usadas no crime. No último dia 30 de abril, com apoio de policiais civis do Grupo de Pronto-Emprego (GPE) e da Polícia Militar, o delegado prendeu Pedro Paulo.
 
Após quatro horas de depoimento, em que inicialmente o acusado negou participação, ele acabou por confessar. Ele foi reconhecido pelas vítimas, mas alega que o disparo foi feito pelo comparsa Acácio Alves Costa, que está foragido. Com o depoimento, o delegado descartou a hipótese de atentado contra o juiz, e concluiu que o crime foi resultado de um assalto. Segundo o preso, o objetivo dos assaltantes era roubar uma lancha e o carro da vítima. Ele permanece recolhido na Central de Triagem de Cidade Nova à disposição da Justiça. Quem souber do paradeiro de Acácio deve telefonar para o 181, o Disque-Denúncia. A ligação é gratuita e sigilosa.
 
Fonte: Policia Civil

Criado em © 2011
Desenvolvido por. Bruno Tavares | brunoperfectt@live.com

Twitter